Uma Sociedade mergulhada em banalidades

Banalidades2

Vivemos dias difíceis, de crise de tudo. Falta de emprego, de dinheiro, de criatividade, de dinâmica cultural e de Valores Humanos.

A Sociedade das banalidades está instituída e próspera. Atravessa a Cultura de uma ponta à outra, as ideias e a política, a comunicação (dita) social, o dia-a-dia dos Cidadãos. Até a violência se tornou banal e em crescendo.

As relações Humanas que poderiam e deveriam ser de estímulo a uma dinâmica criativa transformaram-se em divertimentos alienantes e sem Valor. Os jovens vivem focados nos tempos livres desprovidos de um sentido de futuro, praticando excessos e assumindo riscos para a vida, sem que daí resulte uma lição para a sua vida. Os espetáculos ‘Alive’, patrocinados por grandes empresas corporativas, estão na ordem do dia e com enchentes históricas. De certo modo não é de admirar, dadas as características do Ensino, das ações de marketing massivas e das condições profissionais (quando existem) em que nos encontramos mergulhados.

Em 2008 declarou-se uma das maiores crises financeiras da nossa história. Passaram-se oito anos e não mudou nada. Os paraísos fiscais continuam a existir, os ricos ficaram mais ricos, a evasão fiscal aumenta, os pobres ficaram mais pobres porque contribuíram fortemente para pagar a crise e o sistema financeiro continua igual a si mesmo sem mudanças previsíveis. Será que as desigualdades sociais se instalaram de vez?

Apesar de vivermos tempos conturbados, este ‘mar’ diário continua chão. Este é um Paradoxo real. Tantas matérias importantes, urgentes, essenciais, fundamentais para terem uma resolução inteligente e com perspetivas de Futuro e este mundo Global discute trivialidades, futebol, telenovelas, ‘reality shows’, a vida dos vizinhos, os crimes dos outros, etc. Deste modo como pretendemos melhorar significativamente o Valor Humano de uma Sociedade?

São necessários novos desígnios abrangentes, nacionais, mundiais, globais que congreguem as Pessoas. Líderes esclarecidos que motivem e incentivem as ‘massas’ com propostas credíveis e confiáveis, com visão de Futuro. Faz falta uma mudança de Paradigma onde a grande maioria das Pessoas se revejam, e, onde sejam colocadas à prova as nossas Consciência e Inteligência Coletivas. Mas não acontece nada! A não ser atentados terroristas, acidentes coletivos graves, ambientais e telúricos, que nos ajudam a afundar no medo e no terror, perdendo ainda mais a nossa criatividade social. Tornámo-nos Espectadores/Comentadores viciados nos acontecimentos dos outros, não Atores/Interventores de uma realidade que queremos para NÓS TODOS como espécie.

No verão deste ano vamos assistir a uma ‘barrigada’ de Desporto, com Jogos Olímpicos e Campeonato Europeu de Futebol. Todo o mundo vai vibrar, exaltar-se e defender as suas cores. E no final, o quê? NADA!

O meu querido Leitor de certeza que já meditou muitas vezes sobre estes aspetos. Com certeza está mais preocupado em aumentar o seu Valor Humano. Mas já pensou em tornar-se um agente ativo de mudança? Já admitiu em tornar-se um ‘não consumidor de banalidades’? É isso mesmo, não consumir aquilo que pretendem que consumamos em grande escala. Pois a nossa ‘Grande Escala’ são os temas e os assuntos globais mais importantes, urgentes, essenciais e fundamentais para a nossa Sociedade Global. São a melhoria das condições sociais, da igualdade de oportunidades, de uma Educação de excelência para TODOS, de uma Política de Justiça Social sustentável e bem estruturada, do nosso Futuro como Seres Humanos.

Nós também nos sabemos divertir e assumir riscos, só não colocamos a nossa vida em risco.

Tanto dinheiro mal gasto em banalidades, com tanto Serviço Social que poderia ser apoiado por entidades privadas, com Consciência e Valor Humano! Tantas carências que poderiam ser aliviadas coletivamente a baixo custo! Tanto apoio social que apenas é prestado em ondas de solidariedade, mas que poderia ter um caráter contínuo!

Vamos contribuir decisivamente para mudar esta Sociedade Global, aumentar o Valor Humano e transformarmo-nos em Seres Humanos de Valor!

Banalidades1

Alfredo Sá Almeida                                                                                         2 de Abril de 2016

Anúncios

One thought on “Uma Sociedade mergulhada em banalidades

  1. Pingback: Títulos dos Textos publicados no Blog | Valor Humano

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s