A imortalidade do Valor Humano

imortalidade4

Uma Sociedade baseada no sistema de Valor Humano pode efetivamente, para além de contribuir para uma maior justiça social, ajudar a consolidar o Humanismo como filosofia de Vida.

Mas a Vida Humana, tal como menciona Antoine de Saint-Exupéry – “Apesar da vida humana não ter preço, agimos sempre como se certas coisas superassem o valor da vida humana” – não pode ser tratada com a indiferença e a frieza de espírito que caracterizam os tempos atuais.

Nos textos deste Blog tenho dado relevo à importância dos Valores Humanos e a uma Educação de excelência para TODOS por forma a dar corpo aos desígnios da Sociedade de Valor Humano. É neste contexto que estou inteiramente de acordo com Pedro Lício quando afirma “Um sistema que deturpa os verdadeiros valores humanos, só pode gerar uma sociedade moralmente doente.” É precisamente neste ‘estado’ que a sociedade atual se encontra, “moralmente doente”.

Todos os Autores que estão focados no Ser Humano e na Biosfera são unânimes em afirmar o quão doente o Homem se encontra, ao ponto de se ter tornado mais violento e desrespeitar a Vida.

Recentemente, Harald Welzer (psicólogo social de formação) e autor do livro “Guerras Climáticas” é perentório a afirmar que “O futuro é violento e já começou”  (https://www.publico.pt/temas/jornal/o-futuro-e-violento-e-ja-comecou-27220177). Segundo este Autor “… a tomada de consciência e o saber não chegam para alterar as nossas práticas, os hábitos quotidianos. O que mais contribui para a mudança de uma prática é a própria prática. Se anunciamos um acontecimento catastrófico que se produzirá em 2050, devido à subida das águas do mar, as pessoas acham a mensagem assustadora, sabem muito bem que participam dos hábitos e do modo de vida que conduz à catástrofe, mas continuam a fazer o que sempre fizeram”.

A meu ver, cada dia que passa faz ainda mais sentido uma Educação formal em Valores Humanos e o desenvolvimento de uma Sociedade de Valor Humano. Perante esta preocupante ‘doença’ do Homem, exige-se uma mudança de Paradigma da Sociedade Global e uma dinâmica nova para a Sociedade.

Aliás, esta preocupação não vem de hoje. Já Albert Camus (1913-1960) exprimia o forte desejo de mudança e novas dimensões para o Homem “O mundo assim como está não é suportável, por conseguinte, preciso da lua, da felicidade ou da imortalidade, de qualquer coisa que seja loucura, talvez, mas que não pertença a este mundo”.

É na dimensão da Imortalidade que pretendo construir a tese do título deste texto.

imortalidade3

Esta citação de Casimiro de Brito vem ajudar-me nessa construção, pois o Homem sempre ansiou pelo Futuro longínquo e pelo prolongamento da vida para além da sua morte.

Ultrapassar a morte física sempre constituiu um desejo do Homem culto ou do Herói amado pelo seu Povo.

Na realidade é um desejo legítimo de Vida Eterna para quem tem a consciência do Bem ou da dimensão de grandeza intelectual que a sua vida contribuiu para o bem-estar ou a melhoria de vida dos outros.

A questão principal que se coloca aqui prende-se com o verdadeiro conceito de Valor Humano. Pois, se a Vida por si só tem Valor e a responsabilidade acrescida do Ser Humano com Valor contribui de forma decisiva para o bem comum, faz todo o sentido que esse Valor Humano se possa transformar em imortal e perpetuar-se na mente de outros Seres Humanos no Futuro. Esta seria a dinâmica desejada para a melhoria contínua duma Sociedade desta natureza.

Para tal é importante que TODOS os Seres Humanos, numa Sociedade de Valor Humano, desenvolvam livremente uma Vida de Valor ao ponto de poderem ser imortalizados pelos seus feitos. Deste modo, TODOS teremos maiores probabilidades de conseguir prolongar a nossa ‘vida’.

É esta ‘memória’ coletiva, do melhor que o Ser Humano com Valor conseguiu e consegue realizar, que dá sentido à Imortalidade do Valor Humano.

Será uma vantagem para TODOS poderem comungar e desenvolver-se com os Valores e exemplos de Vida daqueles que contribuem para a história futura do Valor Humano.

Imaginemos como será o mundo se o Ser Humano se tornar realmente imortal! Esta realidade poderá estar ao alcance do processo científico. Segundo José Luis Cordeiro (professor e assessor da Singularity University), a humanidade passará por uma ‘explosão de tecnologia’ e que esse progresso tecnológico permitirá acabar com o envelhecimento, classificado por ele como uma ‘doença curável’  (http://opiniaoenoticia.com.br/noticia/em-2045-o-ser-humano-sera-imortal-diz-cientista/).

Neste artigo de opinião este Investigador afirma que nem a AIDS, nem o câncer e nem a fome poderão acabar com a espécie humana, porque “o envelhecimento é uma doença curável”.

Ora, se a esta evolução tecnológica somarmos uma evolução para uma Sociedade de Valor Humano, poderemos beneficiar duplamente deste sentido de Imortalidade que aqui exprimi.

Alfredo Sá Almeida                                                                                   21 de Setembro de 2016

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s