Futurismo sem Valor Humano

futuristic-giant-robot-720P-wallpaper

Nos dias de hoje, assistimos com muita frequência a uma proliferação de ‘Futuristas’ que são capazes de vislumbrar um futuro para os Seres Humanos, dependendo da evolução da tecnologia que se encontra em fase de investigação e desenvolvimento. Interessante esta postura de pessoas inteligentes capazes de traçar uma ‘linha reta’ na evolução do Homem com o desenvolvimento da tecnologia. Esquecem-se continuamente do que sentem a maioria das Pessoas acerca da utilização da tecnologia e do que gostariam de SER.

O mais grave é o facto de esses Futuristas terem uma influência junto de empreendedores da indústria tecnológica, orientando-os e conduzindo-os no negócio e na introdução desses gadgets no mercado.

O Ser Humano possui uma multidimensionalidade tal, na sua vivência em sociedade, nas suas necessidades várias e simultâneas e na sua vontade de viver e sentir que considero abusivo imporem toda e qualquer tecnologia, que irá modificar a sua vida, para seu ‘consumo’ de utilizador quando a grande maioria não tem as condições de satisfazer as suas necessidades básicas, mas é capaz de se ‘viciar’ nessa nova tecnologia de consumo (que vai ficar obsoleta num ano). Esse estado viciante irá provocar nessas Pessoas alterações comportamentais capazes de permitir um bypass ao essencial para se focarem nos novos gadgets.

A meu ver, isso representa mais um acto de violentar a vontade das Pessoas, apelando ao seu lado alienante, frustrante e dependente de ‘qualquer coisa’.

Gostava de ver esses Futuristas a preocuparem-se mais com as vontades legítimas e carências de Pessoas com sentimentos nobres, e saberem cativá-las para um Futuro mais humano e de igualdade de oportunidades. Muitos fazem-me lembrar vendedores de ‘banha da cobra’, capazes de encontrar os melhores argumentos para afirmar que aquelas tecnologias, que vão modificar o futuro das Pessoas, são o melhor que lhes podia acontecer. Afinal qual é a tecnologia que não dá um melhor futuro às Pessoas? Pois, pois! Quando se derem conta e tomarem a devida consciência do que permitiram que modificasse a sua vida, sem que possam voltar atrás, já será tarde de mais e requererá um esforço hercúleo para desfazer o que foi construído, com a indiferença da maioria.

As tecnologias e a investigação científica na área da saúde têm sido das que mais servem os desígnios do Futuro do Ser Humano.

Pergunto-me constantemente, que Valor Humano possuem esses Futuristas e essas outras tecnologias? Gostaria de salientar que eu sou um aficionado da utilização de algumas tecnologias e que já as consegui ‘incorporar’ rotineiramente na minha vida sem alterar a minha maneira de ser.

Vejo muita gente a vender de TUDO, desde armas sofisticadas, a gadgets tecnológicos, a comprimidos para emagrecer, a pílulas para rejuvenescer, ou, mesmo cápsulas para não envelhecer nem morrer, a bonecas sexuais realistas, a realidade virtual com jogos de violência extrema, etc. TUDO é permitido neste ‘mundo cão’ até perder o total respeito pelo Ser Humano e permitir que ele se aliene da realidade de SER o que gostaria de ser, sem nunca ter a oportunidade de uma Educação adequada à sua Pessoa.

Que Pessoas seremos no ano 2100 se não tomarmos consciência do nosso Futuro hoje?

Alfredo Sá Almeida                                                                     6 de Abril de 2017