Roubar e mentir, as aberrações do SER

Roubar e mentir Conj

Roubar e mentir sempre foram antivalores da Sociedade, ao longo dos séculos. Infelizmente a Educação e a ação policial não têm conseguido eliminar estas duas aberrações. Muito provavelmente por culpa da Educação, que não evoluiu o suficiente para as conter.

Por um lado, a Educação nunca esteve orientada para a formação de Cidadãos de caráter focados no bem comum. Por outro, a ação policial sempre deixou muito a desejar com os métodos utilizados na repressão, sobretudo por falta de pedagogia e contributo para uma melhoria contínua do comportamento dos cidadãos desviantes.

Talvez por isso, temos assistido a uma banalização destas aberrações como comportamentos ‘aceitáveis’, resultantes de um expediente da dinâmica da Sociedade. Sinto que a Sociedade está conformada com estes antivalores. A indiferença latente em muitos aspetos da vivência dos Cidadãos choca com os verdadeiros danos, que minam as estruturas da Sociedade.

É inaceitável, e não deve ser considerado doutro modo. Tudo deve ser feito para corrigir estas aberrações. A Sociedade deve ganhar um novo foco explícito e consistente no BEM COMUM. A Educação formal na Escola Pública deverá assumir uma boa parte da responsabilidade de formar Cidadãos com Valores Humanos e com um caráter global de civismo.

Todos nós sabemos que a Verdade, muitas das vezes, possui uma dimensão não totalmente apreendida pelas Pessoas, mas que isso não deve servir de desculpa para transmitir meias verdades.

Está a fazer muita falta uma idoneidade e uma confiança mútua baseadas num relacionamento saudável em Sociedade. Esta é uma necessidade emergente que deve ter uma repercussão concreta nos programas escolares, sob a forma de Educação em Valores Humanos.

A Human Values Foundation é uma Instituição vocacionada e estruturada para a difusão dos Valores Humanos no mundo. Recentemente, Rosemary Dewan a CEO da Fundação publicou um memorável artigo no seu site, “How does Values Literacy Enhance Young People’s Life Proficiency?” (“Como a alfabetização em valores aumenta a proficiência da vida dos jovens?”) para o qual recomendo a vossa atenção e uma leitura atenta.

Tomo a liberdade de citar Rosemary Dewan num excerto desse artigo:
(https://www.worldvaluesday.com/values-literacy-enhance-young-peoples-life-proficiency-rosemary-dewan/?utm_content=buffer3ed30&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer)

Como uma fluência nos valores afeta a proficiência da vida.
Há uma necessidade constante de avançar a qualidade e eficácia da educação para que todos os alunos possam dominar as habilidades cognitivas, juntamente com as habilidades não-cognitivas e emocionais sociais que lhes permitam florescer plenamente, fazer boas escolhas, alcançar o melhor de suas habilidades e desenvolver-se como indivíduos felizes e satisfeitos, capazes de fazer contribuições positivas para a sociedade.
A instrução regular e estruturada dos valores, incorporada nos curricula e em todos os níveis escolares, com o tempo, nutre nos alunos uma fluência de empoderamento nos valores. Como os participantes aprendem a usar valores positivos para orientar seu pensamento, tomada de decisão e comportamento em todos os contextos de suas vidas cotidianas, o repertório de habilidades adquiridas pode melhorar o seu bem-estar e aprofundar o espectro completo de sua aprendizagem.”

Rosemary-Values-Literacy-3

“Esta transformação de atitudes e competências significa que não só as crianças, mas os professores também podem gerir melhor a sua saúde física e mental, construir e manter as relações gratificantes e aproveitar as oportunidades para o desenvolvimento pessoal e crescimento, de modo a otimizar o seu desempenho, arriscando sair de suas zonas de conforto e serem bem-sucedidos à medida que suas carreiras se desenvolvem.”Rosemary Dewan.

A Sociedade e o mundo global não se podem ‘dar ao luxo’ de desperdiçar oportunidades de transformar o Ensino em Educação e contribuir significativamente para uma difusão dos Valores Humanos, em todos os níveis Escolares.

Alfredo Sá Almeida                                                                                10 de Outubro de 2017

Aprender e Ensinar Valores Humanos pelo Exemplo

Os Valores Humanos são matéria demasiado importante e essencial em Educação, que devem merecer uma atenção especial nas metodologias de transmissão dos seus conceitos, para crianças, jovens e adultos.

De entre todas as metodologias a utilizar nessa transmissão, o EXEMPLO é aquela que melhores resultados produz. Definição de Exemplo: ‘Tudo o que pode ou deve servir para modelo ou para ser reproduzido’.

“Faz sentido ensinar de maneira que corresponda ao modo como o nosso cérebro aprende melhor.” – Mind Shift (https://ww2.kqed.org/mindshift/).

como-o-cerebro-aprende

Fig. 1. -Como o Cérebro aprende – Mind Shift https://www.facebook.com/MindShift.KQED/posts/1209124415790142:0

“Não há modo de mandar, ou ensinar mais forte, e suave, do que o exemplo: persuade sem retórica, impele sem violência, reduz sem porfia, convence sem debate, todas as dúvidas desata, e corta caladamente todas as desculpas. Pelo contrário, fazer uma coisa, e mandar, ou aconselhar outra, é querer endireitar a sombra da vara torcida.” – Manuel Bernardes (Padre e Escritor do Séc. XVII), in ‘Luz e Calor’.

Como querem que as crianças e jovens aprendam pelo exemplo se não respeitarem o seu ritmo? A vida atual é tão agitada que os Pais nem tempo têm para ter um ritmo adequado aos seus filhos! No entanto, o exemplo dos Pais, durante todo o tempo de convívio, é fundamental para uma boa aprendizagem de Valores Humanos. Na ausência dos Pais, deve sempre ser considerada uma alternativa viável para essa transmissão. Seja uma família de acolhimento ou a Escola, qualquer delas deveria estar habilitada para esta transmissão de testemunho, em moldes pedagogicamente adequados.

Existem Organizações sem fins lucrativos, como a Human Values Foundation (http://www.humanvaluesfoundation.com/) que possuem material pedagógico para a Educação em Valores Humanos adequado às várias faixas etárias de crianças e jovens.

hvf-educacao-em-valores-humanos

O mesmo acontece com a Escola de Cidadania (http://www.escoladecidadania.org/) que no seu site internet possui no menu Valores Básicos (http://www.escoladecidadania.org/valores-basicos/amor/) e menu Downloads (http://www.escoladecidadania.org/downloads/), material adequado para esta importante tarefa.

escola-de-cidadania

As metodologias aqui apresentadas são produzidas por profissionais competentes e experientes em matéria de Valores Humanos. Constituem bons exemplos a serem seguidos na transmissão desta importante e essencial missão.

Devem ainda ser considerados como exemplos os filmes, que pela sua qualidade interpretativa, argumento e mensagem, podem ser usados por Professores e Pedagogos para transmitir os conceitos dos Valores, muitas vezes difíceis de transmitir por palavras. Assim, apresento uma relação de links internet que mencionam tais filmes (com exemplos excelentes de atitudes e comportamentos, para debate):

  1. http://delas.ig.com.br/comportamento/2013-01-11/filmes-com-licoes-de-vida.html
  2. http://moralidadevalores.blogspot.pt/p/sugestoes-de-filmes.html
  3. http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1490-8.pdf
  4. http://armazemdetexto.blogspot.pt/2015/04/15-filmes-sinopse-e-atividades-para.html#!
  5. http://www.1mais1.com/post/os-50-melhores-filmes-infantis-89

Eu tenho vindo a alertar, através dos meus textos neste Blog “Valor Humano” e dos meus Livros, para a necessidade urgente e imperiosa de se realizar, a nível global, uma Educação formal em Valores Humanos para Professores, Crianças, Jovens e Pais, de modo a proporcionarmos a TODOS neste mundo um melhor convívio em Cidadania e uma maior Humanidade entre TODOS os extratos da População.

Mãos-à-obra meus caros Leitores! Esta é uma missão de TODOS NÓS. O Futuro está nas nossas mãos, para que os nossos filhos o possam perpetuar em melhores condições de Humanidade.

Alfredo Sá Almeida                                                                          4 de Fevereiro de 2017

I Dia Internacional dos Valores Humanos

Human Values Foundation

(http://www.humanvaluesfoundation.com/)

Para comemorar o I Dia Internacional dos Valores Humanos no dia 20 de Outubro de 2016, a H.V.F. (Human Values Foundation) convida crianças em idade escolar com idades entre 7-11 anos para participar de uma competição escrita sobre história global!

As histórias devem ser originais e centradas em torno de um valor escolhido. Além disso, elas não devem ter mais do que 300 palavras de texto e podem ser ilustradas!

Todas as histórias devem ser apresentadas até 14 de Outubro de 2016.

Por favor, partilhem este evento entre amigos e família! Obrigado.

(https://www.facebook.com/events/506691532862449/)