Seres Humanos…, Inteligentes??? ou simples “Robôs”???

Angela Alem

Texto da autoria de: Angela Alem

Educadora, Psicopedagoga, Pesquisadora, Palestrante, Conferencista

Autora do livro “Construtores do sucesso” (São Paulo – BRASIL)

“Será que estivemos nos iludindo durante todo este tempo de que somos a única Raça Inteligente neste planeta, capaz de RACIOCINAR por nossa própria cabeça?

Ou Seres Humanos assim são “Exceções à Regra” e não a “Norma Padrão”, o Normal?

Até aos nossos 20 anos é natural nos deixarmos influenciar pela opinião de amigos, ou de artistas que nos são queridos, ou mesmo, apenas para sermos “contra as Normas e Padrões estabelecidos”, sejam elas quais forem, (comportamento próprio dos adolescentes). Dessa forma, acabamos sendo influenciados por uma linha de pensamento Filosófico, um livro interessante…, ou por nossos pais, familiares, parentes e professores. Mas depois desta idade devemos já ter um amadurecimento capaz de saber distinguir entre o Sim e o Não, o Certo e o Errado para a nossa vida, para o Futuro que queremos para nós e também para a sociedade na qual vivemos.

Infelizmente não é isso que vejo acontecer hoje. Vejo uma “busca ansiosa’’ pelo imediatismo, pelo “Agora…, ou Nunca Mais”. E não apenas na faixa etária até os 20 anos, mas até mesmo nas pessoas com mais idade que, de repente, sentem necessidade de voltar a ter atitudes e a tomar decisões no que diz respeito ao que buscam, aos seus objetivos de vida, como algo que deve ser vivido no Presente, no Hoje, porém sem pensar no amanhã. Uma preocupação com o “curtir a vida” sem medir as consequências Futuras de suas palavras e seus atos (ou omissões). Será que fazem isso por medo da morte que, após os 50 anos, fica mais clara e realmente mais próxima  de cada um de nós?

Ou, estarão as pessoas, independente da idade, deixando de raciocinar pela própria cabeça e, inconscientemente se permitindo ser influenciadas pelas telenovelas, fofocas de revistas, frases feitas do tipo “Faça tudo o que desejar HOJE, porque o Amanhã pode nem chegar”. Então, passam a pensar (sem raciocinar) só no HOJE, como se o Amanhã, o Futuro, não existisse ou fosse a total repetição do que É Hoje?

Podem também  estas pessoas apenas nunca terem tido maturidade para entender o que realmente significa VIVER, e muito menos o que seja VIVER A ESSÊNCIA DA VIDA, ou, até mesmo se esquecem do que seja VIVER EM SOCIEDADE??

A impressão que tenho é a de que a maioria das pessoas de hoje, na faixa de idade entre 21 e 60 anos, não consegue perceber que TUDO que dizemos e fazemos tem retorno certo, mais dia ou menos dia. É nas atitudes de HOJE que plantamos as sementes do Amanhã, do Futuro. Esta É UMA das poucas certezas que temos nesta vida. A outra é a Morte.

Com certeza as pessoas que aprenderam a “raciocinar com a própria cabeça”, já fazem isso desde a infância, quando “testam” seus limites em relação aos pais, amigos, professores e parentes. E estes tipos de pessoas são hoje as que questionam, que não vão aceitando as coisas como são ou do jeito que estão só porque alguém disse que era a “melhor coisa” a ser feita.

Estas pessoas conscientes, que raciocinam e entendem o que se passa consigo mesmas e com o mundo a sua volta, estão cada dia mais raras, mais difíceis de ser encontradas no cotidiano de nossas vidas, infelizmente. Precisamos valorizá-las muito e cuidar muito bem delas.

Nós, Seres Humanos que nos dizemos “civilizados”, na verdade ainda precisamos aprender muito sobre nós mesmos e sobre o conceito contido na palavra “civilizado”.
Afinal, o que é Ser Civilizado? O que significa “Civilização”?

O que significa “Evoluir”…, Evolução?

E nesta evolução, o que afinal significa “Ser Livre”?

Quem gosta de ler, pesquisar e trocar idéias sabe muito bem que só se é Totalmente “LIVRE”, com a liberdade total de ir e vir, de fazer ou não fazer, buscar ou não buscar, tomar decisões por si mesmo ou não tomar decisão alguma sobre a sua própria vida…, que só vive com total liberdade aquela pessoa que vive em total isolamento, um Eremita, por exemplo. E mesmo assim, sua liberdade de fazer e dizer o que quer, do jeito que quer e na hora que quer, só pode ir até onde fica a cidade mais próxima de onde ela morar. Se ela não se preocupar com isso poderá se ver em sérios apuros junto à comunidade da qual se aproximou.

Portanto, quem faz a escolha de Pertencer a um Grupo ou uma Sociedade, terá que aprender a refrear esta sua necessidade de Liberdade Total e Irrestrita, tendo consciência das “Regras de Conduta” que ela exige de quem ‘entra no jogo’, como em qualquer equipe esportiva, por exemplo. Todos sabem que existem regras e que elas precisam ser obedecidas para atingirem seus objetivos. Caso isso não aconteça o time todo deve também assumir as consequências por seus atos, sem brigar ou xingar, mas conscientes de seu próprio desrespeito ás regras pré-estabelecidas para fazer parte daquele grupo.

Da mesma forma as pessoas que decidem participar de uma Sociedade precisam estar conscientes, ter maturidade para compreender e assumir TODAS AS RESPONSABILIDADES PELAS CONSEQUÊNCIAS DE SEUS ATOS, PALAVRAS E OMISSÕES, junto à comunidade, à partir do momento em que deixam de viver isoladas do mundo e optam em pertencer àquela sociedade. Devem ter consciência de que tudo o que disserem ou fizerem poderá passar a ser um EXEMPLO a outras pessoas. Se o exemplo for positivo para a Sociedade, será muito bem vindo. Porém, se agir Contra as Regras definidas por aquela Comunidade, poderá “contaminar” pessoas e por a perder todo o trabalho de construção daquela sociedade. Será uma “maçã podre no meio das outras maçãs boas”, destruindo tudo que foi feito até aquele momento. E isso ninguém que pertence àquela Sociedade poderá permitir, pois será o Futuro daquela sociedade que estará em jogo.

Como exemplo real, concreto, de uma situação onde não se tem regras, temos o Brasil, Hoje. Uma sociedade corrompida, onde as Leis, as Regras foram ‘quebradas’ no meio do jogo e o time (políticos e grupos interessados em ‘levar vantagens’) iniciou uma nova regra onde o princípio é “Cada um de nós por todos nós…, e o Povo que nos elegeu, que se vire”.

Quem faz esta opção de viver em sociedade, de pertencer a um grupo social DEIXA DE SER TOTALMENTE LIVRE para fazer o que quiser, como quiser, com quem quiser a na hora que bem entender. E mesmo assim AINDA É LIVRE, POIS A DECISÃO DE PERTENCER ÀQUELA SOCIEDADE FOI DA PRÓPRIA PESSOA. Assim, aquela LIBERDADE TOTAL agora DEVERÁ SER SUBSTITUIDA por uma LIBERDADE QUE AGREGA VALORES E PRINCÍPIOS HUMANOS de Respeito ao espaço dos que estão a sua volta, da mesma forma que cada um também deseja que lhes respeitem seu próprio espaço. Uma LIBERDADE MAIS “HUMANA” e menos “Animal” ou Instintiva, mais amadurecida e responsável até pelo que pretende em relação AO FUTURO de Si próprio, da Sociedade em que vive e da Humanidade como um Todo.

Portanto, esta mesma pessoa, se não estiver amadurecida emocional e intelectualmente, nem tiver em conta os conceitos essenciais para esta sociedade, ao se inserir em um contexto social poderá tornar-se Vítima ou Algoz, ou ambas as coisas em diferentes momentos e situações, ESCRAVIZANDO ao ditar normas, regras que deverão ser obedecidas por todos…, ou “SE DEIXANDO ESCRAVIZAR” ao passar a concordar com tudo que o grupo diz e faz, como uma Verdade Absoluta, sem questionar sua validade ou os critérios envolvidos na definição dessas ‘Regras’. Muitas pessoas acabam “pagando este preço para serem aceitas no grupo, sem questionamentos…, como se estas lideranças estivessem o tempo todo certas naquilo que impõem aos seus “seguidores”, e estes, agindo como se os “líderes” sempre soubessem muito mais e melhor do que elas próprias sobre o que poderá torná-las melhores e mais Felizes.

Pessoas que agem dessa forma alteram sua própria personalidade, ou, por não ter uma personalidade formada, assumem a personalidade das outras pessoas para se sentirem amadas, queridas, aceitas e pertencendo a um grupo que as “protege”(????) de serem infelizes, pelo simples fato de as terem aceitado no grupo, e não excluí-las dele.
Assim, pessoas que não podem ser elas próprias para serem aceitas pelo grupo, que precisam “se anular” para se sentir “amadas” , NUNCA SERÃO FELIZES DE VERDADE. E isso serve para o emprego, a religião, a pessoa que se escolhe para conviver sob o mesmo espaço, a forma de viver, a Filosofia que se adota para a vida…, pois uma escolha errada poderá ter consequências graves no Futuro, até na própria saúde.

E é assim que a grande maioria se torna ESCRAVA da vontade de outros, e de tudo que a Mídia lhes impõe como “essencial”…, mas que está concentrado apenas no “supérfluo”. E em um “supérfluo” diferente daquele no qual as pessoas se sentem bem.

Como exemplo de ESCRAVIDÃO à qual as pessoas se sujeitam apenas para serem aceitas pelo grupo ao qual pertencem, temos: a Moda, o Jeito de ser, Jargões, comportamentos, Universidades, maneiras de ver e sentir o mundo a sua volta, Filosofias de Vida e Valores (nem sempre filosofia positiva, nem muito menos Valores positivos, isto é, aqueles que levam em conta o bem estar e a felicidade coletivas, e não somente a individual).

Interessante observar que o Ser Humano que afirma “Ser Diferente”, ter usa própria opinião e se sente ofendido quando alguém lhe mostra que aquela opinião ‘não é dele, mas copiada de outras opiniões’…, este mesmo Ser Humano acaba quase sempre (e muitas vezes até inconscientemente) “se anulando” quando se trata de ser aceito por um grupo que a pessoa considera importante. De tal forma este sentimento de “Pertença” é essencial para as pessoas, que faz com que elas acabem se tornando exatamente IGUAL a TODAS AS OUTRAS, transformando-se de “Indivíduo” a “Massa amórfica”, assumindo TUDO do grupo: as mesmas roupas, mesma maquiagem, mesmo jeito de falar, se comportar, pensar, analisar, mesmo estilo de casa e móveis, mesmos lugares de passeios…, até a mesma marca do carro e raça de cachorros de estimação, as mesmas comidas… E TUDO o que sai do “Padrão imposto” por aquele grupo é considerado “OFF” e a pessoa passa a ser rejeitada dentro deste grupo. Será que não percebem o que fazem, como agem…, e o quanto isso é massacrante para a sua personalidade?

Somente os LÍDERES destes grupos e sociedades é que se sobressaem. O RESTANTE, apenas se molda ao ‘estilo’ de ser e de pensar desses líderes, e os copiam.

Portanto, seguidores são apenas “Cópias” de seus líderes, e muitas vezes cópias bastante ruins. Analisemos o que acontece com os grandes estilistas de moda, artistas, engenheiros e arquitetos, que influenciam o “estilo” a ser adotado por seus seguidores, levando-os a adotar o que no momento vira “moda”. E para não serem consideradas “OFF”, as pessoas chegam mesmo a se endividar, e até mesmo a roubar, para conseguir acompanhar o grupo ao qual pertence.

18-Portanto, quando pensamos que temos “Vontade Própria e Raciocínio Próprio”, nós simplesmente somos “programados” para fazer o que a mídia e os Líderes (bem mais inteligentes do que nós) querem que façamos. E isso SEMPRE ACONTECEU, não é algo que surgiu agora, no século passado. Que contra-senso…,queremos ser reconhecidos como Indivíduos, Ùnicos e Inteligentes, Especiais… e nos tornamos Escravos” de algumas pessoas, indivíduos estes que, excepcionalmente, raciocinam por si mesmos.

Por que deixamos que façam isso conosco??

E será que estamos educando nossos filhos para serem eles próprios, Líderes ou Seguidores??

É por isso que quando vejo pesquisas mostrando a tecnologia dos “robôs” já sendo projetados, de “Humanóides” acéfalos que estão sendo esperados com entusiasmo pelas comunidades científicas…, na mesma hora me vem na cabeça:”- Então, Já somos ‘Robôs’!! E parece que ninguém ainda percebeu isso, ainda nem nos demos conta sobre este FATO”.

Por esses motivos é que chego à conclusão de que o Ser Humano deixou de evoluir quando passou apenas a ‘repetir’ aquilo que os ensinam e incentivam fazer através de propagandas, filmes, novelas, livros, palestras, cursos… Até nas escolas desde muito pequenas as crianças deixam de raciocinar e compreender, sendo incentivadas apenas a repetir e gravar na memória o que lhes é transmitido, sem compreender e assimilar qualquer coisa.

A humanidade sempre se deixou influenciar facilmente por minorias espertas e inteligentes, capazes de influenciar pessoas, principalmente aquelas com fácil acesso à população em geral, transformando-se em “Construtoras de Robôs” e “Destruidoras de Seres Humanos Inteligentes e Sensíveis”.

Não se formam mais “Indivíduos” com personalidade própria, capazes de raciocinar, compreender e reconhecer o que realmente é melhor para si mesmos e para a sociedade em que vivem.

A preocupação agora é “construir PESSOAS-ROBÔS”, Pré Programados, coisa que interessa muito mais aos que comandam os passos de SEGUIDORES – porque, sem raciocinarem, estes seguidores precisam de alguém que lhes indique os caminhos e o que deve fazer, passando assim, a ver seus “Comandantes-Líderes” como os Salvadores da Pátria (e de cada pessoa), vendo-os com ‘olhos cegos’ e ouvindo-os com ‘ouvidos moucos’ que nada entendem. E é mesmo o propósito desses líderes negativos, sempre  “serem seguidos e imitados” pelos “cordeiros”, sem nunca serem questionados ou duvidados, porque seus seguidores os classificarão como “Sábios”, os donos da Verdade.

Afinal, já diz o ditado popular que “Em terra de cego, quem tem um olho é Rei”.

CARNEIROS no passado…, ROBÔS HOJE… isto é o que chamamos de EVOLUÇÃO ???

O que nos aguardará o Futuro??

Haverá ainda tempo de resgatarmos os Seres Humanos Inteligentes que aprendiam, e sabiam distinguir o que deviam ou não fazer para seu próprio bem e benefício da Humanidade, exatamente por terem sido educados com respeito ao que eram e desejavam ser, que tinham sensibilidade intuitiva para distinguir entre duas decisões, a que era “melhor para TODOS” e não somente para alguns poucos escolhidos ou privilegiados.

Abaixo, características dos Seres Humanos identificadas em sua maneira de ser, raciocinar e de agir:

1) Ontem;                                                        2) Hoje;                           3) no Futuro… ?????”

CarneirinhosRobotInterrogação

Angela Alem                                                                                                     29 de Setembro de 2013

Anúncios